Canal de Notícias

Historico

2020

angle-left Sacyr obteve um Ebitda de 166 Milhões de Euros (+16%) e reforça a sua posição para fazer face à Covid-19
  • Sacyr obteve um Ebitda de 166 Milhões de Euros (+16%) e reforça a sua posição para fazer face à Covid-19

    12/05/2020
    • A Sacyr adotou todas as medidas ao seu alcance para proteger a saúde dos seus 40.000 colaboradores no mundo inteiro e para garantir a continuidade das suas atividades. Algumas delas são consideradas como essenciais ou de interesse público.
    • A situação atual não compromete a realização das atividades básicas da empresa, que se adaptam ao cenário em mutação da crise da Covid-19.
    • A empresa reforça o seu perfil concessionário: cerca de 80% do EBITDA resultam de ativos de concessões com baixo risco de procura.
    • A Sacyr melhorou a rentabilidade dos seus negócios, que se encontra em 16,8%, mais 210 pontos base do que no primeiro trimestre de 2019.
    • A carteira de receitas futuras da empresa situa-se em 40.595 milhões de euros.
    • A Sacyr tem totalmente coberto o risco financeiro perante descidas do preço das ações da Repsol e continua com a gestão ativa da sua participação na petrolífera. 

    Desde o início da pandemia de Covid-19, a Sacyr adotou todas as medidas ao seu alcance para proteger os seus mais de 40.000 colaboradores no mundo inteiro e para garantir a continuidade da sua atividade, parte da qual é considerada como essencial ou de interesse público. A Sacyr, de facto, reforçou o seu trabalho, especialmente na divisão de Serviços, para colaborar com as Administrações Públicas na luta contra esta doença.

    A Sacyr está a desenvolver as ações necessárias para fazer face a esta situação e minimizar o seu impacto. Esta situação, de acordo com as estimativas mais recentes, não compromete a realização das atividades básicas da empresa, embora estas se estejam a adaptar ao cenário evolutivo da crise.

    Apesar do impacto da Covid-19, os resultados do primeiro trimestre refletem a solidez do negócio da Sacyr, que tem o seu foco no negócio concessionário e em ativos com baixo risco de tráfego.

    PDF